Com a mesma estrutura narrativa, segundo tomo da trilogia é mais sombrio, engraçado e surpreendente No primeiro livro, resenhado na Taverna, fomos apresentados aos Borribles, crianças fugidas que crescem orelhas pontudas e se tornam imortais. Os Borribles são amantes da liberdade e do pensamento livre, não mexem com dinheiro, roubam tudo o que precisam, moram…

Continue lendo »